Foz do Iguaçu- Animais do Parque das Aves recebem cuidados especiais durante o inverno, em Foz do Iguaçu

No Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, os animais recebem cuidados especiais para não passarem frio.

Para protegê-los do vento, os especialistas montaram soluções como casinhas aquecidas e toldos transparentes.

A bióloga Roberta Maçanero explicou que as estratégias para aquecer as aves precisam simular o que os pássaros encontrariam no ambiente natural.

“Uma ave não tem a tendência natural de se cobrir com algo, ela busca os locais aquecidos”, contou Roberta.

Lâmpadas de cerâmica

Para outras espécies o cuidado é ainda maior, principalmente com as aves que chegaram ao parque após serem resgatadas do tráfico de animais.

Para esses pássaros, os funcionários instalaram lâmpadas de cerâmica, que não acendem como as lâmpadas comuns, para não prejudicar o sono.

As lâmpadas de cerâmica são quentes, com temperaturas acima de 50º. Porém, segundo a bióloga, não é esse calor que os pássaros sentem nos viveiros, já que a temperatura da lâmpada se dissipa facilmente no recinto.

Com um termômetro, os biólogos do parque controlam o clima no ambiente.

Os répteis sofrem ainda mais com o frio, já que não tem sangue quente como os mamíferos, e a temperatura do corpo varia de acordo com a temperatura do ambiente externo.

No zoológico do Bosque Guarani, lâmpadas incandescentes com raios infravermelhos ajudam a proteger as jiboias e os jabutis do frio.

Fonte: G1
Publicação: Adrieli Langner



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *