Parque Nacional do Iguaçu bate recorde anual com mais de 2 milhões de visitantes

O Parque Nacional do Iguaçu bateu o recorde anual com mais de 2 milhões de visitantes, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, na manhã de segunda-feira (30). Em 2018, o número foi de 1.895.501 de visitantes.

A atual marca histórica mostra o crescimento de cerca de 7% na compra de ingressos e ocorreu após 14 anos do registro de 1 milhão de visitantes, segundo a Cataratas S.A. Veja abaixo como visitar o parque.

Marlúcia Cabral Pimentel, de Vitória (ES), foi a visitante que marcou os 2 milhões. Ela e os convidados, marido e casal de amigos, foram recebidos com banda e champanhe.

“Essa foi a viagem dos sonhos nossos, meu e dele. Foi mais uma viagem de lua de mel, de 33 anos de casados”, disse ela.

O marido Rubens Antônio Pimentel contou ainda que os amigos disseram para ele ir na fila dos idosos, mas ele se recusou e, com isso, a esposa teve sorte.

“Eu disse que parece que eu tenho 60, mas tenho só a idade, só no papel. Falei que não, que ia para a fila comum, que tem mais gente, tem mais tumulto e ia conhecer mais pessoas”, relembrou.

A dona de casa e os acompanhantes ainda ganharam gratuitamente os passeios disponíveis dentro do parque.

Visitantes

Os principais visitantes, das 174 nacionalidades que passaram pelas Cataratas em 2019, são brasileiros, argentinos, paraguaios e estadunidenses.

O número de norte americanos aumentou 44%, de janeiro até 28 de dezembro de 2019, em relação ao mesmo período de 2018. Segundo o parque, o crescimento ocorreu após a isenção do visto americano no Brasil, em junho deste ano.

No Brasil, o ranking dos estados que mais visitam as Cataratas é: São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

De acordo com os números da concessionária que administra a visitação do espaço, em 1999, quando teve início a concessão, passaram pelo atrativo 772.287 pessoas, menos da metade do registrado nos últimos anos.

Serviço

Parque Nacional do Iguaçu

  • Período: De 21 de dezembro a 26 de janeiro
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 17h
  • Preço: de R$ 43 a R$ 72 para adultos e R$ 11 para crianças
  • Ingressos: podem ser comprados pelo site.
  • Endereço: Rodovia das Cataratas, KM 18
  • Telefone: +55 (45) 3521-4400
  • WhatsApp: +55 (45) 9 9137-3444
  • Ônibus: Saindo do Terminal de Transporte Urbano (TTU) o visitante precisa pegar a linha 325 (Jardim Guarapuava). Após 27 paradas, o passageiro deverá atravessar a Avenida Jorge Schimmelpfeng e entrar na linha linha 120 – Parque Nacional. Saindo do terminal, a viagem dura cerca de 1h20. A passagem custa R$ 3,95. Os horários do ônibus estão disponíveis no site da prefeitura.
  • Carro de aplicativo: O Parque Nacional do Iguaçu fica a cerca de 26 quilômetros do centro de Foz do Iguaçu. A média de custo para uma viagem como essa, sem taxa dinâmica, é de R$ 25.

História

O Parque Nacional do Iguaçu foi criado no dia 19 de janeiro de 1939 pelo Decreto 1.035 assinado pelo então presidente Getúlio Vargas. O documento delimitou a área de 185 mil hectares do lado brasileiro, atualmente o maior remanescente de floresta Atlântica do sul do país.

O principal influenciador para tornar a reserva um patrimônio público foi o aviador Santos Dumont, que ficou impressionado com a beleza do lugar durante uma visita de menos de uma semana a Foz do Iguaçu no final de abril de 1916.

Em 1986, a reserva foi reconhecida internacionalmente ao se tornar a primeira unidade de conservação brasileira a receber o título de Patrimônio Mundial Natural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Principal atrativo turístico do estado é o segundo do país em visitação, atrás apenas do Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, onde fica o Cristo Redentor.

Fonte: G1
Publicação: Adrieli Langner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *